1920 560

CBHPM - Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos

Matricule-se agora por R$ 569,00
    Aulas
  • Aula 01
    • Tabela de honorários
    • Convenções CBHPM
    • CBHPM: histórico e atualizações
    • CBHPM x ROL ANS
    • Edições da CBHPM
    • O que é CBHPM / Tabela de honorários
    • Procedimentos semelhantes x divergência de valores
    • A padronização de valores dos procedimentos
    • Critérios de remuneração | Parte 01
    • Critérios de remuneração | Parte 02
    • CBHPM - Slide 01
  • Aula 02
    • Conteúdo desta aula
    • TISS - Troca de Informação de Saúde Suplementar
    • TUSS E CBHPM
    • Estrutura da CBHPM
    • CBHPM: Instruções gerais | Parte 01
    • CBHPM: Instruções gerais | Parte 02
    • CBHPM: Instruções gerais | Parte 03
    • CBHPM: Instruções gerais | Parte 04
    • CBHPM - Normas | Parte 01
    • CBHPM - Normas | Parte 02
    • CBHPM - Normas | Parte 03
    • Ponderações sobre valoração dos atos cirúrgicos
    • Informações e mecanismos de busca
    • Ferramentas de consulta: Sigtap Datasus, ANS e AMB.
    • CBHPM - Slide 02
    • Comunicado CBHPM 2017 - 2018
    • Exemplos Valoração
    • Exercícios práticos
  • Avaliação
    • Avaliação
  • Pesquisa Aluno

Descrição do curso

A Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) é considerada o norteador dos honorários médicos, para que os valores repassados sejam justos e condizentes com os procedimentos realizados. A discussão do tema e a atualização constante sobre as principais mudanças/ajustes nessa classificação torna-se essencial para os profissionais da área.


O conteúdo programático abordará o histórico e evolução das tabelas de honorários médicos,  análise dos itens de parametrização, discussão de metodologia para recálculo de procedimentos, discussão das instruções gerais da CBHPM e exercícios práticos.

Categoria: OPME

Informações gerais

Conteúdo
  • 1. O que é CBHPM
  • 2. Critérios de Remuneração
  • 3. TISS, TUSS e ROL
  • 4. Estrutura da CBHPM
  • 5. Análise dos principais itens de parametrização do sistema, com base na remuneração CBHPM;
  • 6. A metodologia para recálculo de procedimentos, alinhados com tabela de valores próprios;
  • 7. Análise e discussão das instruções gerais, com foco nas principais que geram divergências de interpretação;
  • 8. Exercícios práticos com análise de casos e situações de conflitos.
Objetivo

Promover a ampliação de conhecimentos sobre a tabela de CBHPM ( Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos).

Apresentar as principais regulamentações referentes às normas da CBHPM. Com as dicas e orientações transmitidas, é possível de modo prático e objetivo implementar ações que irão produzir grandes resultados para as operadoras e organizações que se utilizam dessa ferramenta.

Público alvo

Profissionais que atuam na área de contratação, autorização, análise e pagamentos de procedimentos médicos, relacionados a TUSS/ANS, baseado na valorização da CBHPM.

Metodologia

A metodologia das capacitações da Gestão OPME é inovadora, pois disponibiliza de maneira inédita a possibilidade de aprimoramento técnico on line aos profissionais que atuam nesta área tão relevante no setor saúde.

Com foco no aprendizado do aluno, a capacitação em OPME oferece ao profissional a oportunidade de enriquecer o seu currículo e tonar-se um especialista diferenciado no mercado. 

Neste curso, composto por 2 aulas distribuídas em 23 vídeos, materiais complementares e exercícios, o aluno conhecerá os principais aspectos que envolvem o tema CBHPM.

Certificado

Professores


Prof Miyuki Goto

Médica formada pela Faculdade de Medicina USP (1988), com residência médica em Medicina Preventiva e Social do Hospital das Clínicas da USP. Especialização em Administração Hospitalar e de Serviços de Saúde pela Fundação Getulio Vargas de São Paulo. Desde 1997 é professora convidada da Fundação Getulio Vargas nos cursos de Auditoria e Gestão em Saúde do GVPec. Também desde 1997 é instrutora dos treinamentos da UNIDAS e consultora técnica da CBHPM na Associação Médica Brasileira (AMB) desde 2013.